Forquilhinha recebe plantio de mais de 3 mil mudas de árvores de compensação ambiental da SCGás

Os alunos das escolas municipais participam da atividade e receberam uma palestra sobre aquecimento global

Um ponto importante para as cidades é a arborização urbana. Além das questões estéticas, há benefícios para o equilíbrio do ambiente, o bem-estar da população e a condição do ar, que tem como resultado mais qualidade de vida. Em Forquilhinha, os alunos das escolas municipais Egídio de Bona e Waldemar Casagrande participaram do plantio de 3 mil mudas de árvores em áreas verdes nos bairros Santa Cruz, Santa Ana e Ouro Negro.

A ação contou com a parceria da SCGÁS, através da empresa Ambiens Consultoria e Projetos Ambientais, responsável pela prestação de serviços de auditoria do inventário de gases do efeito estufa (GEE), elaboração e implantação do projeto de neutralização de GEE. A compensação ambiental por meio do plantio de árvores refere-se às emissões da SCGÁS ao longo de 2019 e 2020.

De acordo com o coordenador da educação ambiental da Fundaf, Ruan Carlos Pravato, a atividade aconteceu em virtude de Forquilhinha ser um dos municípios atendidos pela SCGÁS e possuir alguns passivos ambientais em seu território. “Os alunos tiveram uma aula prática sobre aquecimento global e a função do plantio para compensar as emissões de GEE, além da importância da arborização para a qualidade de vida. E ainda participaram de uma oficina prática de plantio, onde cada aluno plantou de 1 ou 2 mudas”, contou.

“Preocupada com os objetivos relacionados à sustentabilidade, a SCGÁS vem buscando constantemente a melhoria na sua gestão da emissão dos gases de efeito estufa (GEE), através da auditoria de seus processos internos e com vista a compensação ambiental e neutralização dos gases emitidos em suas atividades. A aplicação do Programa CarbonOK®️, traduz os esforços daquelas empresas e indivíduos conscientes do seu papel para o desenvolvimento de uma economia de baixo carbono, preocupadas com os problemas decorrentes do aquecimento global, para além da conscientização relacionada às mudanças climáticas, visam a obtenção de eficiência operacional e otimização de custos obtidos através da redução de suas emissões”, comentou Reinaldo Langer Jaeger, Biólogo, Pós Graduado em Gestão, Perícia e Auditoria Ambiental e em Gerenciamento de Projetos e Consultor Ambiental do Programa CarbonOk da Ambiens Consultoria.